Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Volta de um Poeta desolado

Decidi voltar
Do mundo que havia me escondido
Me ecoado como eco destoado
De um grito que trafegou durante séculos
Que veio de uma garota desolada
Com uma dor no peito sem fim

Voltei com força total
Querendo marcar ao mundo
Com as palavras que havia esquecido
Como colocar nas folhas de cetim
Ou recicladas como a vida que recomecei

O poeta voltou
Para conquistar o amor
Para apontar na critica
O salafrário e cara de pau do político
Voltou para continuar o que Jesus deixou
Aqueles loucos que ficaram no mundo
E continuaram tentando mudar o que nunca irá mudar...
gliard tavio
Enviado por gliard tavio em 28/08/2007
Código do texto: T627118

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
gliard tavio
São Paulo - São Paulo - Brasil, 34 anos
107 textos (3212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:57)
gliard tavio