Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VENTO NOS PENHASCOS

Precisamos os ventos esquecer.
Para continuar a viver.
Que tempo duro aquele!
Que tempo ruim!
Foi sim.
O vento nos penhascos era tudo que fazia parte das minhas noites.
Eram verdadeiros açoites.
A quase nada me via reduzida.
Estava começando a achar que era sem graça a vida.
Sofria.
Muito eu sofria.
Mas...
O vento deu lugar a uma leve brisa que minha face alisa.
É o teu olhar que chega me acariciando.
É, o vento já não preciso temer.
Faz parte do passado.
Tenho o meu amor ao meu lado.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 28/08/2007
Reeditado em 08/04/2011
Código do texto: T627256

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4564 textos (80356 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:17)
SONIA DELSIN