Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"SOBRAS"

Sobrou o amanhã.
O passado desbotado
Lá se vai  sem companhia.
Vivo na certeza do hoje,
Na ironia de tolas lembranças
Que ainda me invadem.
Sobrou o que não era prá ser.
Um gosto que não se desfaz
E se torna incapaz de adormecer
Aqui dentro.
Sobrou  a minha falta de coragem
E a minha humildade em admiti-la
Sobrou o que ninguém pôde me dar
Essa "sobra" é minha.
Sobrou nos meus armários
Toda falta que eu sinto.
Pois acumulo  em papéis
Fotos,e minto prá mim...
Que um dia "eu jogo tudo fora"
Sobrou o que eu sou,
Mas eu não sobro em mim
Pois sinto a minha falta...
Sobrou um resto...
Sobraram afetos desmedidos
Carinhos escondidos,que eu
Não pude dar.
Agora,sobra em mim uma esperança
Tola,que tudo isso,já é passado...
Então eu volto a sonhar,amanhã!
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 28/08/2007
Código do texto: T628018

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60255 leituras)
47 áudios (3086 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 06:23)
Luciane Lopes