Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lua ingrata

Oh lua ingrata!
Porque brilhas tanto esta noite
Estou com o coração cheio de saudades
E me transporta ao meu amor.
Assim como me banha com teu brilho
Sei que a ele também estais a brilhar
Toca nele, lua ingrata,
Já que não posso tocar.
Oh lua ingrata!
Por onde anda meu amor
Que partiu me deixando com tanta dor
Aqui estou eu morrendo de amor.
Traze-o pra mim lua ingrata
Deixa-me toca-lo também
Derramar meu brilho que dentro de mim existe
E abraça-lo assim como tu.
Oh lua ingrata!
Deixa-me beija-lo por única vez
Translada o meu ser até ele
Para que eu possa amá-lo por um segundo
Senti-lo em meus braços uma única vez.

Autoria Rita Canuto


Semente
Enviado por Semente em 29/08/2007
Código do texto: T628752

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Semente
Olinda - Pernambuco - Brasil, 60 anos
66 textos (103162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 19:10)
Semente