Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"POEMINHA QUE NADA"

 POEMINHA QUE NADA !!

Planando nas asas
do meu pensamento...
Bailando contente no vento,
um poema em "estado de dicionário"
só espera uma chance,
para vir ao mundo e luzir!
Algumas palavras sobrevivem da união...
...Persistem em precisar de sentido
dando uma chance às outras:
"unidas em vocabulário"!

Um poeminha, então,
nascido de tal união,
bem que merece respeito!!
bem que merece brilhar!!

Organizadas, as palavras regozijam...
compõem o tema...
o pensamento elucidam...
Formam os versos e
lhes dão todo sentido:
Nasce o poema!

Seja em livro...
Tela de computador...
Áreas secas...
Seja lá como bem for
O poema pede para ser lido!!

Mas,
mesmo embaixo d'água
há poesia!
Então, por que áreas secas?
Isso aí está errado!
Posso compô-los na chuva,
enviar por enxurrada...
Posso fazê-los na piscina...
Enfim, fazer poesia molhada!
Esse aqui, por exemplo,
é um Poeminha Que Nada!!


Maria Mercedes Paiva









Maria Mercedes Paiva Paiva
Enviado por Maria Mercedes Paiva Paiva em 24/10/2005
Código do texto: T62906
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Mercedes Paiva Paiva
São Paulo - São Paulo - Brasil, 66 anos
76 textos (4413 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:37)