Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nos sentamos à mesa

Nos sentamos à mesa
Eu e o diabo, anfitrião
Eu vinho, ele água
Eu mágoa, ele solidão.

Jogamos cartas, apostamos
Apostamos por apostar
Vale vidas, vale mortes
Vale cortes que não vão curar.

Discutimos, calamos
Pensamos bem a cada jogada
Entre um gole de vinho [ou água]
Acaba mais uma rodada.

Nos entreolhamos, calados
Olhar de ódio, ódio sozinho
Me levanto logo e vou-me embora
Agora que acabou o meu vinho.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 24/10/2005
Código do texto: T63051

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:39)
Júnior Leal