Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Transei a roupa, ainda enveludada
Anos 60, festa na madrugada
Transei também com Ela...Ao amanhecer
Nas ruas repressivas do meu entender

E fui tragado pela firme mão
As mesmas que subjulgavam o mundo
Trouxeram noltalgia e repressão
Fitei aquel olhar, frio e profundo

De sobressalto, hoguei me exilar
Voltar após as lutas...Me recompor
Talvez perder contato, ou não contar
Nem relatar jamais, aquela dor

E hoje, lançado e acoado ao tempo
Cravei o meu aplauso no entardecer
Porque lembrei de Celas...Qual tormento
E de sequelas...Por assim dizer!
O Guardião
Enviado por O Guardião em 30/08/2007
Reeditado em 31/08/2007
Código do texto: T630620
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
364 textos (34555 leituras)
13 áudios (2412 audições)
2 e-livros (1991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 21:15)
O Guardião