Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu...um novo Woody Allen ? ( COM CORREÇÃO DE TEXTO)

Allen, Woody Allen,
fechemos os ouvidos. Que falem !
Antes tu e, agora, eu !
O teu drama,
o de quem ama
(um amor incontido,
PROIBIDO)
ORA, É SÓ MEU !

Tão vergonhoso te encarar de frente !
Sou um dos que,  na ocasião,
SEM COMPAIXÃO,
te condenaram,
te execraram
cruel, vil e veementemente ,
na defesa de uma moral
FALSA, IRREAL, INEXISTENTE !

Hoje, eu o execrado:
de acusador a acusado.
Sinto, agora, o amargor
do impiedoso libelo acusador :
ANORMAL!!!
INCESTUOSO !!!
A-PRO-VEI-TA-DOR !!!

Sucumbimos eu e ela
como dois apaixonados
sob o fogo do prazer, extasiados...
Ultrapassamos o inflexível
limite da Ética e da Moral (QUAL?)
movidos pelo instinto bestial...

Mas, se temos tanto de animal,
terá sido o nosso "erro"
tão condenável e grave assim?
DIGA, AOS BRADOS, PARA MIM,
TÃO INSIGNE DARWIN !!!

OS HUMANOS DITAM LEIS,
MAS OS TEMPOS FAZEM OS HOMENS...
SE OS FATOS FAZEM OS TEMPOS
E SE OS TEMPOS MUDAM FATOS,
M U D E M ,   H O M E N S !
M U D E M ,   L E I S !!!
pedralis
Enviado por pedralis em 30/08/2007
Código do texto: T631128
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedralis
Salvador - Bahia - Brasil
3727 textos (4115122 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:54)
pedralis