Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENSÍVEL MAR EM VERSOS
Juliana Valis




Tenho no pranto o próprio mar do verso,

Assim, disperso, como olhar furtivo,

Meu riso é breve e, como o ar, imerso

Nas intempéries que eu mesma vivo...



E, assim, carrego uma sensível chama

De luz que aclama tempestades sós,

Nas potestades líricas de quem luta e ama,

Continuamente, em cada tempo atroz...



Ah, estrada efêmera da vida humana,

Permita-nos ver, muito além do mundo,

Uma fonte de amor, além da dor insana,

Transbordando cor no que há de mais profundo !



E, talvez, quando a vida nos disser amém,

Na sensatez do tempo, a alma possa entrar

No sentimento lídimo que nos faz tão bem

Que o coração transforme amor no próprio mar !










Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 30/08/2007
Reeditado em 30/08/2007
Código do texto: T631598

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (881650 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 14:40)
Juliana Silva Valis