Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÚPLICA

Não lamente pelo que passas,
nem se queixe da dor que sentes,
não reclames se não brilha o sol.
Não peça que se vá teu sofrimento
que desapareçam tuas necessidades,
ou que a tua solidão não perdure.
A semente fecunda e brota fértil,
resiste a tudo e produz sempre
vencendo todas as resistências.
Não implore que as pedras em teu caminho
desapareçam tão simplesmente,
nem suplique a extinção de tuas dificuldades.
Insiste na manutenção de tua fé,
eleva-te transformando teus sentimentos,
com forças para que a tudo possas suportar.
O sofrimento tem função purificadora,
nada existe sem razão de ser,
e o que passas é apenas um caminho.
Conforta-te e resigna-te,
implora o amparo sublime
e encontrarás forças para prosseguir.

* Esta poesia está no livro "Mania de Escrever" a ser lançado brevemente com poesias diversas. Visite o blog http://manniadeescrever.zip.net com poesias do referido livro.
Valdir Barreto Ramos
Enviado por Valdir Barreto Ramos em 31/08/2007
Código do texto: T631914
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valdir Barreto Ramos
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 62 anos
1012 textos (238718 leituras)
5 e-livros (3796 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 13:15)
Valdir Barreto Ramos

Site do Escritor