Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O DECLÍNIO

A minh’alma voa nos etéreos
Espaços, dos sonhos alojados.
Tenho a mente já convertida
Por esta  consciência pervertida
E pelos amores dos enamorados.

O  meu coração bate acelerado,
Desafiando a lei da existência,
A cada batida sinto a conivência,
De todos amores que passaram,
Por minha vida e não ficaram.

 Pensamentos povoam a mente
Inteiramente posta em saudades,
Pelas verdadeiras amizades,
que já são partes de um passado
ao qual me encontro abraçado.

Agora que inicia o declínio,
Meus anos voam velozmente,
Por entre os dedos cansados
Já faltam esperanças à frente
Mas sobram desenganos velados.

Marco Antonio Orsi
Enviado por Marco Antonio Orsi em 01/09/2007
Código do texto: T633161

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Antonio Orsi
Campo Bom - Rio Grande do Sul - Brasil
1687 textos (68290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:37)
Marco Antonio Orsi