Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A porta do gênio-alado

 Os outros na escuridão esquecidos serão.
 Eu sempre só estarei,
e meus objetivos nunca alcançarei.

 Na chuva encontrarei o que procurei.
 Num canto lirico me encontrar,
então tudo acabará.
 
 O amãnhecer adormecerá,
a noite acordará.
 Da esmola desfrutar,uma luz me mostrará.

 Fragmentado.
 Desiludido.
 Esgotado.
 
 Meus inimigos emfim terão razão,
e a sorte encontrarão.
 Na derrota vencerei.
 Meu orgulho esmagarei.

 Em cada porta baterei.
 Em nenhuma entrarei.
 Pois a chave que perdi,
 nunca mais irei usar.
lucis
Enviado por lucis em 01/09/2007
Código do texto: T633557

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
lucis
Nossa Senhora do Socorro - Sergipe - Brasil, 32 anos
14 textos (581 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 04:14)
lucis