Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIA VOCÊ ACORDARA...

   
   
      Ary Bueno [ O Príncipe dos poemas e do amor ]

O dia inicia seu amanhecer, no sopé da montanha
De meu casebre olho o céu que esta no lusco-fusco
Vejo ainda la no infinito o brilhar  da bela tramontana
Como a indicar o caminho aonde esta quem eu  busco

Com o iniciar deste novo dia, que se prenuncia  de calor
Renasce em mim toda esperança de voltar a te encontrar
Para amenizar toda esta imensa saudade, esta triste dor
Por não ter seu carinho por não poder eu vir a te beijar

Olho as gotículas de orvalho, a cair, como gotas de suor
Se infiltrando na terra, como se inseridas amassem o chão
Eu vejo neste ato, como um acasalamento de imenso amor
Como uma prova viva de  que toda natureza se ama de paixão

Os primeiros trinados, dos pássaros em seu feliz saudar o dia
Me traz ao peito uma tristeza imensa, uma saudosa agonia
De um tempo em que eu feliz te esperava,  doce e meiga flor
Para poder te ofertar meus versos, cheios de ternura e amor

Porem hoje meus versos são tristes, são sofridos como eu
Que não sabe mais o que é alegria, longe do doce beijo seu
Mas quem sabe, um dia você possa de novo, ao dia despertar
Acordar para a verdade, que na vida ninguém poderá, como eu... te amar









Principe dos poemas e do amor
Enviado por Principe dos poemas e do amor em 03/09/2007
Código do texto: T636248
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Principe dos poemas e do amor
Aquidauana - Mato Grosso do Sul - Brasil
877 textos (106978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:07)
Principe dos poemas e do amor