Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marcas do Tempo



De repente trazido pelo ontem
Pelas canções que fazem sonhar
Pela solitária viajem de trem
Pelas caminhadas a beira mar

De repente senti você chegar
No cabelo que sempre está preso
No salto alto que preciso baixar
Nos pensamentos em que me perco

De repente comecei a notar
A pele de poros mais abertos
As rugas do rosto pra disfarçar
Os movimentos tão estreitos

De repente notei que preciso
De vitaminas diariamente tomar
De reparo no coração que quer descanso
De óculos para visão funcionar

De repente vi refletido em mim
As escolhas feitas ao longo da vida
A emoção esquecida do não ou sim
As experiências bem ou mal vividas

De repente notei no meu olhar...
Vinha todo dia se estabelecendo
Vinha ao amanhecer me despertar
Vinha avisar que estou envelhecendo

Iza Mota
Recife-PE
Iza Mota
Enviado por Iza Mota em 03/09/2007
Código do texto: T636252
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iza Mota
Recife - Pernambuco - Brasil
785 textos (82081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 21:44)
Iza Mota