Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Essa festa

Ao invés de se transformarem nessa festa,
Eles vivem nesses mares de agonia
E tudo pode parecer simples e singelo,
Mas também aparenta uma hipocrisia

Que a brisa do mar vem carregando...
Os olhos que, ao pensar, estão semi-abertos
Que a nuvem vem do sul pingando sangue...
São minhas mãos que se perdem no que não é certo

Infiéis das mesas bem redondas,
Observam a vida assim, bem de mansinho
Enquanto pássaros se atiram em vôos livres,
Buscando os últimos galhos de seu ninho

Ao invés de se transformarem nessa festa,
Eles vivem em lagoas de desespero
O amor pode parecer algo sutil,
Mas muitos dizem ser o oposto do desprezo

E eu que vou entrando nessa dança,
Enquanto raios abrem fogo no caminho
Chuva de esgoto molha os rostos,
Caem os pingos de fininho em fininho.

Ao invés de se transformarem nessa festa,
Eles vivem nesses mares de agonia
E todo o branco que parece muito limpo,
Carrega dentro de si uma gota de sangria.

Luiz Gomez
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 03/09/2007
Código do texto: T636673

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:47)