Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER JUIZES NOS FAZ AINDA MAIS RÉUS DE NÓS MESMOS

SER JUIZES NOS FAZ AINDA MAIS RÉUS DE NÓS MESMOS

Mesmo que seja tardio
Um dia quem sabe
As pessoas vão ver além dos olhos
E não mais agirão como covardes
Pois na vida ninguém é perfeitamente sábio

Não apontarão seus dedos aos outros
Julgando suas atitudes a esmo
Para que não cometam enganos
Pois quando apontamos um
Pra nós mesmos apontamos quatro dedos

Quem sabe o tempo seja o maior juiz de todos
E todos perante o destino uns dias seremos réus
E não poderemos julgar os erros dos outros
Sem esconder um único errinho próprio
Porque não existe nenhum ser perfeito
Além daquele que veio e se foi para o céu

Mesmo que seja tardio
Ainda veremos joelhos dobrados sem resistência
Por que os pesos dos próprios pecados
Trarão a cada um sua decadência
Assim não serão mais juizes de pecados alheios
Pois seus erros lhe despedaçarão a consciência

Assim cada um é responsável pela sua própria história
Narrada por DEUS, mas sem tirania...
Preocupa-te com teus próprios caminhos tortuosos
E deixe aos outros sua própria vivência
Não sendo juiz de ninguém
E não perdendo em si toda coerência

Embora seja tardio
Um dia quem sabe
Seremos mais humanos amorosos
Deixando de lado o egoísmo cruel e covarde
Que seja em tempo de fazermos as devidas correção em nossas vidas hoje mesmo
Pois amanhã quem sabe seja completamente tarde

JR POETA
Enviado por JR POETA em 03/09/2007
Código do texto: T637106
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JR POETA
Araraquara - São Paulo - Brasil
356 textos (23246 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 14:24)
JR POETA