Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORRER...
Juliana Valis




Corremos sempre do temor dos dias,

Escondemos as dívidas entre os sonhos

Desvanecidos em chamas fugazes, frias

De sentimentos alegres ou tão tristonhos

Que vagam pelos pensamentos como vias

Do mundo, em tempos simples ou medonhos,

No profundo abismo que desaba em nós...




E nossos olhos, sós, no labirinto triste

Do tempo que marcha sem qualquer perdão,

Vislumbrando a injustiça que no mundo existe,

Ferindo, no âmago, o próprio coração,

Em cada enigma que, em nós, persiste,

Nessa breve estrada dos dias que se vão !



Ah, leve chama que a existência brada,

Tão incauta, efêmera no que o tempo armou,

Ajude-nos a superar o insensatez do nada,

Na altivez do sonho, do profundo amor !




E quando, enfim, soubermos já viver com calma,

Sem deixar que a essência naufrague em sofrimento,

Talvez possamos elevar a  alma,

Além do mundo estúpido, em cada trecho lento.

Juliana Silva Valis
Enviado por Juliana Silva Valis em 03/09/2007
Reeditado em 03/09/2007
Código do texto: T637314

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juliana Silva Valis
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
3973 textos (881714 leituras)
4 e-livros (1863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:43)
Juliana Silva Valis