Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estrangeiro

Sinto-me um estrangeiro em meu próprio lar
Procuro coisas para fazer e o tempo passar.

Vejo o sol se pondo e começo a chorar
A que saudades tenho daquele maldito lugar.

Está sendo muito difícil me adaptar
Sei que tenho de ser forte, tenho de lutar.

Estou em um lugar novo, há muitas coisas novas para olhar
Vejo o aeroporto e começo a me animar.

Existem aqui pessoas alegres e divertidas, com muito amor para dar
Passeio pela avenida e começam a me notar.

Vêem que estou curioso e me chamam para conversar
Outras amizades faço e estou feliz a ponto de gritar.

Mas, vejam como é o destino, outra vez vou mudar
É o dia do meu casamento e algo que aprendi vou lhe contar.

Não importa as mudanças que ocorram, deixe o tempo passar
Você vai percebendo e aprende que tudo é de se admirar.

A vida te ensinando de que, oque realmente importa, é ser feliz e amar
Em todo e em qualquer lugar.
Rael Maes
Enviado por Rael Maes em 04/09/2007
Reeditado em 04/09/2007
Código do texto: T638331

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Rael Maes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rael Maes
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil, 37 anos
70 textos (9906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 01:02)
Rael Maes