Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEÃO MANJADO

Eita! Calor brabo da mulesta
Caatinga mata branca, cerrado
Pau de angico, espinheiro
Rasga o couro do peão
Chão rachado, traço, risco
Mosaico de barro seco
Vitória de Santo Antão
Virgulino, fifó aceso
Alumeia o céu do sertão
Noite escura como breu
Corisco risca casa de Deus
É lampa, é lampa, Lampião
Olho lanhado, peão manjado
Gibão de couro
Catinga de morte
Serra Talhada, água de palma
A espera, a fome, carcará
De dia acoitado no mato
De noite casa de coroné
Assombra-pau, bandoleiro
Cabra, cabra-de-chifre, mulé
Xiquexique água doce
Mata a sede do agreste.
GIBAWRITER
Enviado por GIBAWRITER em 05/09/2007
Código do texto: T639739
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gilberto Ribeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIBAWRITER
Osasco - São Paulo - Brasil
310 textos (4914 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 23:56)
GIBAWRITER