Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faca ou guilhotina?

 Em casa a coisa anda preta,
  E creio ser malagueta
   Que minha esposa comeu.

 Apesar de atento e esperto,
  Se algo fácil não deu certo,
   Sempre o culpado sou eu.

 Levantei-me bem cedinho
  Pra fazer um cafezinho,
   Deixei cair pó no chão:

 Antes que fosse limpar,
  Veio a fera a esbravejar
   E cravar-me um beliscão.

 Após o almoço e o pudim,
  Fui intimado a dar fim
   Na bagunça que se fez.

 E ralha a onça, exigente:
  -Ah, lavou sem detergente?
   Vai limpar tudo outra vez!

 No jantar, pura agonia:
  Fui tomar a sopa fria,
   Caiu na toalha um pingo.

-Tá vendo, seu desastrado?
  Depois dessa, o meu fungado
   Você só vai ter domingo!

 Veio a noite e outra mancada:
  Na cama limpa e arrumada
   Fui deitar-me, antes do banho.

 Foi berro por atacado,
  E no canto, encurralado,
   Confesso - quase que apanho!

 Amigos dizem - Cai fora,
  Vai atrás de outra senhora! ,
   Mas existe um pormenor:

 Mesmo que eu escolha a dedo,
  Te juro que tenho medo
   De encontrar outra pior !

         Bom Jardim -RJ
           em 05/09/2007

Vitório Sezabar
Enviado por Vitório Sezabar em 05/09/2007
Código do texto: T640085
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitório Sezabar
Bom Jardim - Rio de Janeiro - Brasil
624 textos (43454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 08:34)