Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisão da vontade

Sereno seco
No seio do dia,
A lembrança sacode
O espaço explode
A cabeça vazia,
Desfaço no silêncio.
A dor aberta
Que resgata as lembranças
Compromete o presente
Pela vontade distante,
O suor interessante
Pura ilusão efêmera.
Existe um mundo,
Um oásis irreal
Muitas possibilidades
Nenhum pouco normal,
Selva de pedra
Me seca por dentro.
Vivo nessa prisão,
Vivo inseguro
E perturbado
Pelo próprio coração
No auto, o possível
A distancia aquecida
E a necessidade esquecida.



ZUKER
Enviado por ZUKER em 05/09/2007
Código do texto: T640454

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ZUKER
Fortaleza - Ceará - Brasil, 39 anos
503 textos (15993 leituras)
4 e-livros (78 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 10:26)