Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Furor

Cortei-me os pulsos
Na ânsia de viver.
Sufoquei-me a garganta
No desespero de falar.

Arranquei-me as orelhas
Na fúria de ouvir.
Ceguei-me os olhos
Por não poder enxergar.

Ora vida, o que esperas de mim?
Se me aleijei as pernas e já não posso andar.
Estou numa trilha sem saber se há fim.

Diga-me a verdade, pois já não posso falar.
Cuspa-me sinceridade, pois te direi sim.
Só me resta saber o que me há por aguardar!
Maisa Romero
Enviado por Maisa Romero em 06/09/2007
Código do texto: T641181

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maisa Romero
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
12 textos (627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 23:24)
Maisa Romero