Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maldita rima!

Este poema não terá nenhuma rima

Porque posso muito bem escrever coisas belas,
sem ter que rimar com Cinderela.

Confesso que tenho capacidade para isso,
Mas infelizmente tenho alguns compromissos.

Não posso ficar perdendo tempo aqui sentado,
Tentando escrever algo estruturado.

Só porque todos acham que poema tem que ter rima
Oras bolas! Esse absurdo, literalmente, me desanima.

É por isto que sou a favor da abolição das rimas em poemas,
Mesmo que seja necessário criar alguns esquemas,

Para que assim os versos sigam livres para ser usados,
Escritos com carinho e por muitos admirado.

Com orgulho finalizo meu poema, Fiel a frase de cima,
Este poema foi escrito sem o uso da maldita rima.

Felipe Alexandrino
Enviado por Felipe Alexandrino em 06/09/2007
Reeditado em 05/08/2011
Código do texto: T641248

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Felipe Alexandrino
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
30 textos (1181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 14:17)
Felipe Alexandrino