Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

 

.
O sertanejo sofre, no agreste..
onde impera a fome, por água nao ter.
desalentado , aos soluços implora,
pra todos os santos, que faça chover.
mesmo sabendo,que nas profundezas,
deste imenso chão correm, rios d´agua.
sem ferramentas, com as mãos desnudas
sofre as suas máguas..
e o sertanejo grita, se lamenta e chora
rasga o peito....implora,
e a natureza agride,
com palavras vãs..
e quando é noite,volta ao seu casebre
cabisbaixo e triste.
trazendo consigo..
o gosto amargo, da desilusão..
quase sem forças,
por nada comer...
enfraquecido...cai ao chão....

© copyright by
R.Sandra G.LisboaAll rights reserved
RSGLisboa
Enviado por RSGLisboa em 06/09/2007
Reeditado em 06/09/2007
Código do texto: T641625

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RSGLisboa
Alemanha
174 textos (4776 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:05)
RSGLisboa