Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor

Às vezes eu acho
que o amor é como um vírus
começa com um abraço
sem percebermos nada
ele entra em nosso corpo
vai progredindo a cada dia
ataca órgão por órgão
e nos deixa cheio de doenças
nos deixa cego, surdo e mudo
até que num belo dia
pensando e refletindo sobre a vida
observamos que já estamos tomados
nesse dia ele atacou o que mais temos de melhor
o coração, infectando todos os seus circuitos
ai o coração infectado
continua bombeando o sangue por todo o corpo
que carrega o vírus junto com ele,
o que tinha de puro vai infectando
e o que estava infectado vai morrendo
cada vez mais depressa
O que fazermos?
É tarde demais e já não temos controle algum
Tudo vai ficando vazio
sem graça, ai instalamos novos programas
novos amigos que nos amenizam e
nos ajudam a cada dia
mas esse vírus é mais forte
e nos faz afastarmos de quem mais gostamos
e o pior de tudo
É que não existe vacina!!!
Mas uma coisa é certa,
a confiança em DEUS acima de tudo
nos faz poder ter esperança e fé
de que um dia
vamos ser livres!!!
Quenner Monteiro de Souza
Enviado por Quenner Monteiro de Souza em 27/10/2005
Código do texto: T64295
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Quenner Monteiro de Souza
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Brasil, 34 anos
16 textos (30484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:39)