Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR LOUCO AMOR...

UMA LÁGRIMA PENDE DE MEUS OLHOS
COMO RÉQUIEM DE CHUVA ADORNANDO
AS FLORES DE OUTONO
MAIS UMA VEZ, NO VALE DO DESAMOR.
CREPÚSCULO DE UM LINDO DIA,
FANTASIA SE APODEROU DE MINHA ALMA VAZIA,
NUMA VISÃO DE AMOR, QUE MORREU ANTES DE NASCER.
AMOR, SUBLIME AMOR QUE NÃO ALCANÇA A VIDA,
MAS QUE VIVE EM MINHA ALMA ENAMORADA
DEIXANDO ESPECTRO DA SAUDADE DESSE AMOR QUE SE EVADE.
MINHA ALMA TRISTE É UM PÁSSARO APRISIONADO
CORAÇÃO REQUINTE DE ARTE
ARABESCO RICO EM LUZ
OFUSCA O BRILHO DE UM NOVO SOL
AQUELE QUE TUDO INUNDA E ENVOLVE
SENSAÇÃO DE EXISTIR QUE TRAZ PARA VIDA
SEUS ENCANTOS E PRESSÁGIOS
AMOR DESPERTOU DEMOLINDO
FANTASMAS DO PASSADO
ESQUECIMENTO CUIDOU DOS REMANESCENTES ESCUDOS
PARA RECEBER O BEM AMADO,
PORÉM NADA RESTOU DA BELEZA DO MOMENTO
QUE AQUELE AMOR INSPIROU
AMOR... TU ARREPENDESTES POR TER INSERIDO EM
MEU CORAÇÃO O DESPERTAR DAS SENSAÇOES
AGORA SABES QUE O SOFRIMENTO DESTORCE A ESPERANÇA
E ESCURECE O ENTENDIMENTO
AINDA PERSISTO EM SER UM BRINQUEDO
EM MÃOS DESCONHECIDAS QUE APREENDE
ALMA E DEVORA MINHAS FORÇAS
ESPERANDO QUE O CUPIDO ENRODILHE
EM SUAS TRAMAS E FLECHA
ACENDENDO OS MISTÉRIOS E AS MARAVILHAS
DA CHAMA QUE QUEIMA SEM VER
E A FERIDA QUE DÓI SEM SENTIR
.

Angeluar
Enviado por Angeluar em 08/09/2007
Código do texto: T643190
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angeluar
Novo Horizonte - São Paulo - Brasil, 59 anos
1057 textos (46717 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 22:53)
Angeluar