Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ato....

Recolho-me a mim mesma nessa noite de inverno
a lua já anuncia a chegada de mais uma noite solitária
ela vai deitando prata nos recantos mais sombrios de minh'alma
me convidando a ser companheira dos que caminham sozinhos

Caminho instintivamente pela casa
numa procura de nem sei o que, de nem sei ,você?
vasculho minhas gavetas , meus armarios
vasculho meu interior, meus pensamentos
e nem sei dizer o que procuro, ou que querer

mais uma noite sozinha, abro as janelas do peito,
e  colho sofridamente o sereno desse inverno
na esperança de te encontrar ali,
entre as folhas secas do meu jardim

O frio me toma enquanto tento agarrar o vento
enquanto toda minha casa arde dentro da noite
Sinto cada fibra do meu corpo estremecer
enquanto a lua me toca com suas mãos frias

E eu te sinto, em cada movimento involuntário de mim
como se estivesses aqui, entre plumas e trovões
e ao final, retorno a casa vazia de mim
enquanto adormeço embalada em meus braços
tendo a lua como unica testemunha e companheira,

do meu ato....
Yancka
Enviado por Yancka em 08/09/2007
Código do texto: T644229

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Yancka
Santos - São Paulo - Brasil, 53 anos
145 textos (21953 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:53)
Yancka