Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOLHAS SECAS

Galhos secos,
Folhas barulhentas.
Os meus pés...
Não mais contentes,
Descansarão.Folhas nas mãos.
Sentada,olho o rio.
Absolutamente,só.
Nada me pertence.
Nada me enternece.
O barquinho de papel
Levará o meu recado.
As estrelas no céu,sempre
Brilharão.
Contarão histórias...
Memórias e mais memóriaS
De sonhos amontoados
Em travesseiros molhados.
Em cabeceiras voadoras.
E as flores secas...
Serão guardadas.
Perfumarão as memórias
De outros livros.
De outros rios.
De outros lutos.
E as mãos perfumadas
De coragem...
Saberão contentes,
Que as vertentes
Dos versos que brotaram
Serão sementes...
Em corações germinados,
Mesmo que enlutados.
Mesmo  que molhados,
De um vermelho vivo...
De derrotas e vitórias.
E os pés,fazendo sinfonia
Nas horas tristes e vazias.
Pisarão...
O tapete de folhas e sonhos.
De olhos e coragens...
Perfumados,ainda...
De esperança.
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 09/09/2007
Código do texto: T644912

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60424 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 10:52)
Luciane Lopes