Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Anjo Morto

Sentir o vento de ilusões em minha gélida face
O eclipse de tristeza escondeu a luz de meus dias
As plantas de felicidade secam sem seu alimento diurno
Os corpos dos amantes espalhados por todas as partes
As almas não purificadas rodeiam este corpo que habito.

Procuro apenas um corpo,
O de um amor verdadeiro;
Que agora está em meus braços
Seus cabelos negros escorrem em sua pálida face;
E sua vida já se esvaiu
Seu coração puro, como pedra estava,
Minhas lágrimas banhavam sua palidez.
E como um último beijo,
Minha despedida,
Eu não sabia que o sentido de minha vida estava em outro corpo.
Que morreu sem que eu o ouvisse, ou me perdoasse.
Perdoa-me, oh dona de meu amor.
Perdoa-me meu anjo.
Agora você voltou para sua casa,
Para o seu paraíso.

-Oh, pobre humano,
Não chores por mim.
O que não morre,
Acorda outra vez.
Assim como o sol que tomo o lugar da lua.
Quão estúpida seria eu,
Se não tivesse morrido por amor.
Alegro-me de ter tido você.

Meu amor,
Sua voz doce toca meus ouvidos novamente,
Parece um sonho;
Iremos viver juntos,
Minha existência não é mais necessária neste lugar.
Meu corpo ficará aqui,
Junto ao teu.
Mas minha alma viverá junto a tua,
Em um paraíso de flores,
Onde nosso amor transborde,
Onde nossos sentimentos se encontrem.
Porque minha felicidade é você;
Porque nem mesmo a morte separa o amor verdadeiro.

Marcela
14 de julho de 2006
Sexta-feira

Marcela: -Tudo bem, depois de lido, lembra romeu e julieta, não!?

Marcela Ribeiro
Enviado por Marcela Ribeiro em 09/09/2007
Código do texto: T645444

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcela Ribeiro
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil
6 textos (359 leituras)
1 áudios (79 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 22:50)
Marcela Ribeiro