Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Noite

Queria que minhas noites fossem dias,
A noite é escura, é escuridão de minha alma,
Nela sou quem verdadeiramente sou, não quem tento parecer ser,
E não gosto do que vejo.

Fujo de minhas noites, mas elas insistem em não fugir de mim.
Nelas, não tenho a agitação dos meus dias,
Onde estão vocês, por que não me acorrem?
Onde está você alma de minha alma?

É de ti que fujo, não de ti, mas do que sinto,
E gosto do que vejo, do que sinto.
Não devia, mas não posso te mentir, gosto sim, e muito.

Te procuro, sem poder te encontrar,
Durmo te procurando, na imensidão dos meus pensamentos,
Pra que na manhã seguinte, descubra que continuo sem te encontrar.

E na noite seguinte te procurarei novamente,
E novamente,
E sempre, e sempre.
Até que eu morra te buscando.
Ou posso me alegrar te encontrando.
Marlon Oliveira
Enviado por Marlon Oliveira em 10/09/2007
Código do texto: T646678

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marlon Oliveira
Imperatriz - Maranhão - Brasil, 44 anos
23 textos (1256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 19:49)
Marlon Oliveira