Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Exílio


O meu jardim ficou murcho
As canções já não tocam alto
Falam-se em sussurros
A expiação aguda
Tira-me o alento

Não chove
O sol está frio
A noite tenebrosa
A lua escondida

Atrás da cortina
A vida é sombria
Eu desagasalhada
Morro de frio

E as minhas mãos
Fecham meus dedos
Que doente estão
Por falta das rimas
Seus dedos criarem

E o mundo lá fora
Fechou para mim suas portas
Criou-se em mim o medo
Desse mundo estrangeiro
Em que daqui vejo
Glorinha Gaivota
Enviado por Glorinha Gaivota em 10/09/2007
Código do texto: T646783
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glorinha Gaivota
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
893 textos (38478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 04:06)
Glorinha Gaivota