Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fossa

Eu estava me sentindo sozinho
Tua imagem não saía da minha mente
Precisava de uma dose de vinho
Eu estava morrendo lentamente

Fui à janela para ver a cidade
Do alto do meu apartamento vazio
Por que não te conheci na mocidade
Quando minha vida andava a mil?

E ouvia uma canção que falava da vontade
De te amar e de novo te encontrar
Mas será que ainda me amavas?

E procurava pelo teu número no telefone
Mas será que estarias me esperando
Como eu quando me ligavas?

Eu me deitei imóvel sobre a cama
E lia teu nome na tela vazia da televisão
Eu afundava ainda mais na lama
Dessa fossa que era a minha prisão

E te odiava sem parar até o minuto seguinte
Depois te amava até nunca mais
Mas será que eu gostava de mim?

Eu finalmente adormeci
Na fossa eu quase morri
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 11/09/2007
Código do texto: T647433
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 03:44)