Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TaRdE aRDe POeSiA

A tarde arde...
A poesia queima em mim.
Á noite,ela vem calada.
Vem gemendo baixinho,madrugada.
Vem querendo mais, poesia.
Vem gemendo em fantasia
O que eu sou,aluada.
A manhã vem sem sol.
Vem de avental nublado
O vento,vem calado.
Geme,geme,e geme...
E de repente brota poesia,
No quintal enluarado,
Nas estrelas penduras
No varal,do dia.
E se a poesia arde...
E se ela queima...
É que ela teima,
Em ser sempre
Poesia verde...
Que "madura"
Cai do pé...
E lá vem outra,
POESIA.
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 11/09/2007
Código do texto: T648048

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60426 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:06)
Luciane Lopes