Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Breu suburbano e a sina
Cacife de arrepiar
Gozo na pele, e a menina
Desventra o corpo a chorar

Face a face, frente a frente
No inserto momento da dor
Morte louca e indecente
Levando a nudez de uma flor

E só lhe restaram...Os Restos
Do prisma a enuviar
Nem drogas, e nem os gestos
Nem mesmo uma forma de amar

Gritava, e aturdida pairava
Semente ao chão, sem os seus
Orgia que a noite tragava
E a Lua lhe disse...Adeus!



O Guardião
Enviado por O Guardião em 11/09/2007
Reeditado em 13/09/2007
Código do texto: T648137
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Guardião
São Paulo - São Paulo - Brasil, 52 anos
364 textos (34559 leituras)
13 áudios (2412 audições)
2 e-livros (1991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/10/17 00:55)
O Guardião