Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olho do furacão

Vejam só como é
A natureza indo embora
E o homem desvairado
Com sua desnobreza

O mundo chora...
Mas que tem pena?
Que tem não fala
Quem fala é satirizado

Quem é bom
Não é bom
Quem é ruim
É muito bom

Já estamos na era
Do terror e caos vigente
Sem preça de acabar
De vez com tudo

Vejo que algo nos observa
E nos leva de uma vez
Sem pensar... só agir
É o olho do furacão.
Marco Aurélio Andrade Massilon
Enviado por Marco Aurélio Andrade Massilon em 11/09/2007
Reeditado em 16/11/2010
Código do texto: T648404

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deverá indicar a autoria de Marco Aurélio Andrade Massilon, de Campo Grande - MS.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Aurélio Andrade Massilon
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 30 anos
65 textos (2260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 03:56)
Marco Aurélio Andrade Massilon