Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRÊMULA AO VENTO

                 (ao renan calheiro)

Espremido entre o azul e o branco
risco e rabisco com tinta preta
a esperança florida,
a dignidade cantada,
a segurança partida.

A escola a saúde ficam para a próxima.
O salário, o super mercado
arrocham.

tudo não passa de detalhes
na vida publica.
Se arrumam, se defendem
diante da grita:
“sou honesto, não me lembro
mesmo vocês querendo...
protesto”.

Tremulam ao vento
o verde e o amarelo
borrando-se de escuro
na haste que apodrece.
Gilberto Chaves
Enviado por Gilberto Chaves em 12/09/2007
Código do texto: T649623

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Chaves
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 70 anos
243 textos (13854 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:17)
Gilberto Chaves