Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JOÃO BRAGA NETO - CIDADÃO HONORÁRIO

Cidadão Honorário ora, veja só
Meu padrinho adorado ficou importante
Mas dele coitadinho tenho muito dó
Pois teve que engolir até grilo falante

Se quiseres saber vou te contar, vem cá
Ele apartou de São José do Rio Claro
E, emancipou a cidade Nova Maringá
Já previu que ia dar pé, pois o homem tem faro

Só que o tempo passando e a vida que é mutante
Elegeram no seu lugar, da cáca o pó
Para cuidar do seu município amante
Portanto, deveriam ir pro xilindró

E, nos edis quisera ele um só tiro dar
Mas, teria que ser de canhão; escancaro.
Só para com aquela corja terminar
Eles são tudo sem jeito, tato, ou preparo
Para dessa cidade então, poder cuidar.

Meu padrinho coitado que nem pode ver
As deslavadas caras degustou ¨Ô¨ sapo
E teve que dizer que sentia prazer
Em dividir a tal rã que já estava ao papo ( rsrsrs)

Acontece que os nobres edis pra homenagem
Faziam a questão mesmo em sua presença
Quando pensou ser o fim da sacanagem
Foi que recebeu a mil, desditosa sentença

Vejam só, mas que coisa triste e... Ai, horrorosa!
Tinha assim, que comer sapo dos ordinários
Comentando sorrindo que a rã saborosa
Fazia valer seus muito gordos salários.

Tânia Regina Voigt – 12/09/07
Tânia Regina Voigt
Enviado por Tânia Regina Voigt em 13/09/2007
Reeditado em 14/04/2009
Código do texto: T650130

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome da autora). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Regina Voigt
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
1026 textos (48063 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 04:58)
Tânia Regina Voigt