Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Sem rumo e sem trajetória,
Vou por este mundo afora,
Em busca do indecifrável.
Preencher meu agora...
 
            Estou sem destino, sem busca,
            Sem bússola, sem orientação,
            Não sei aonde está meu destino,
            Esperança é a minha consolação!
 
 
                        Sofro, como todos os poetas,
                        Descrevo com proeza o amor,
                        Ah! Mas só descrevemos desta forma,
                        Porque colhemos com isso a dor...
 
                                   
A dor da saudade,
Uma recordação de alguém,
E assim, passos incertos,
Misturo-me na multidão, sou ninguém...
 
           
            Paisagem perfeita,
            Praia, ondas, mar, areia...
            Ainda me lembro de você...
            Recordo, e meu corpo se incendeia....
 
                       
                        Como dói amar e não ser amada,
                        Amor e solidão me acompanham de fato,
                        Vou perambulando, sem destino,
                        Percebo que fico sempre no anonimato.
 
 
Quem sabe alguém me encontra,
E leia dentro do meu olhar...
Quero achar meu refugio,
Tenho grande amor para ofertar!
 
 
            Se eu alguém entender,
            O tanto tenho para amar,
            Farei dele a pessoa mais feliz,
            Todos os sonhos irei realizar...
 
 
                        Mas enquanto isto não acontece,
                        Vou caminhando passos incertos,
                        Misturo-me na multidão,
                        Mesmo assim me sinto no deserto!
 
 
Minhas lágrimas vão caindo,
Dos meus olhos escorrer,
Pobre poeta eu sou,
Amei tanto, e hoje estou a morrer!
 
 
            Assim vou me descrevendo,
            Alguém que muito conhece o sofrer,
            Mas no meu desatino,
            Espero um dia a felicidade conhecer...
 
 
                        Por ora, vou descrevendo,
                        Toda a minha história,
                        Vou com a esperança seguindo,
                        Sem rumo e sem trajetória!

Lamandarino
Enviado por Lamandarino em 13/09/2007
Código do texto: T650616
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor(a): Luciana Mandarino). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lamandarino
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
367 textos (24363 leituras)
1 áudios (13 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 09:08)
Lamandarino