Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acabado



Onde estou não há quase nada.
Nem mesmo há algo o que eu queira saber.
O viver caberia-me bem nessas constantes.
Desaguares freqüentes abatem-me a alma.
De mais sofreres estanquei o que não podia,
e o pouco que vivia, foi estagnado.
Iludida presença de um amor acabado,
cuja ausência tanto ou pouco fez,
apenas desfez o que eu havia acreditado...


ENIGMA
Enviado por ENIGMA em 13/09/2007
Reeditado em 16/03/2013
Código do texto: T650689
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ENIGMA
Seattle - Washington - Estados Unidos
1120 textos (182405 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 01:50)
ENIGMA