Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEDA LIVRE

Chamo a mim a terra
Num grito duradouro
O sol marcado a ouro
O céu em tudo... e o som...

Puxo a dimensão a mim
Sinto esforço em ver
E penso  partir meu olhos
No banal do verde e do dia

Eu sou um filho de Apolo
Que saiu de casa para rir
E perdeu o tino no vasto infinito

Eu sou um corpo em queda
Com uma meta de ser livre
E todo o tempo para morrer
Gilberto Cardoso
Enviado por Gilberto Cardoso em 13/09/2007
Código do texto: T650784

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto Cardoso
Portugal, 48 anos
91 textos (2874 leituras)
1 e-livros (54 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 18:36)
Gilberto Cardoso