Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
POÉTICA


Quero a poética dos loucos,
Os versos displicentes, soltos,
Frases sem rimas ao vento,
Poesia é o momento,
Palavras que expressam sentimentos.

Quero a poética livre, elétrica,
Despreocupada com a métrica,
A ousadia lírica de Manoel bandeira,
Poeta à sua maneira.

Quero a poética senhora de si, absoluta,
Na luta contra os críticos literários,
A poética dos visionários,
Que vislumbram poesia longe dos dicionários,

Quero sim, a poética,
Que emana da simplicidade do ser,
Que trate, retrate o comum do viver,
Que seja real, irreal, surreal, insana,
Mas, que toque o profundo da alma humana.

 
DELEY
Enviado por DELEY em 13/09/2007
Reeditado em 28/07/2017
Código do texto: T651295
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
4934 textos (186832 leituras)
4 e-livros (1657 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 10:36)
DELEY