Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor inalcançável

Meu amor ilumina a escuridão.
Na turbulência da paixão
faz surgir o amor mais puro em meu coração,
faz meu sangue ferver
e com que a vontade de possuir as estrelas sacie para você.
Enquanto na Terra,
O amor existente
dissolve-se diante da inocência de um rosto, angelical.

Oh, Deus!
Que sofrimento seria de amor?
Mas me queixo da dor de não possuí-la!
Minha ilusão e desilusão
são apenas horror.

De que me adiantaria ser minha a flor mais bela,
se não possuo água suficiente para molha-la?
E que tem o amor, que não me deixa morrer por minha alma apaixonada?
Porque tenho que viver a sentença já decretada?
Que é viver a triste lembrança de que não me ama a minha amada?

Meu destino é sofrer até que na morte acorde a misericórdia
e a dama calada me decrete a morte tão desejada.
Para libertar uma alma sofrida, desesperada
por uma dor que despedaça o meu coração
e que diz para mim que viver foi sofrer a mais cruel e triste solidão.

         
              H. P. Simões
Hugo Proença Simões Eu
Enviado por Hugo Proença Simões Eu em 16/09/2007
Reeditado em 27/01/2008
Código do texto: T655093

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Proença Simões Eu
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1180 textos (15985 leituras)
19 áudios (156 audições)
16 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:24)
Hugo Proença Simões Eu