Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Às águas"

As águas cristalinas e calmas de um rio,
ainda aquela lágrima em cair insiste;
o vento sopra meu cabelo,sinto frio.
eu rosto ainda molhado está triste...

as águas tranqüilas e transparentes,
o silêncio tras o passado de volta,
então me lembro daqueles presentes.
quero e preciso esquecer e fechar essa porta...

nesse instante uma brisa acaricia meu rosto;
meus sonhos surgem de longe numa linda paisagem.
ainda sim a solidão me deixa tão carente.
olho as águas do rio que procura o mar.
de longe avisto alguém parece uma miragem.
vem depressa, correndo me abraçar...

nesse momento meu sentimento tem gosto,
gosto de sonho de amor, de felicidade;
há muito tempo ,a solidão foi minha companhia,
tantos anos longe da pequena cidade;
lá deixei meus pais minha maior riqueza.
a angústia não me deixou nem à noite nem um dia.
a minha maior riqueza é minha família com certeza...

entendi que o "Senhor"ouve que se pede em oração;
mas quem "Nele" confia se entrega de corpo e alma,
perto de mim nunca mais vem morar a solidão.
o "Senhor"me ouviu,me dando as mãos e calma...

                 Eliz R. Carvalho
Eliz Regina
Enviado por Eliz Regina em 16/09/2007
Código do texto: T655228
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliz Regina
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
224 textos (15848 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 01:11)
Eliz Regina