Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Moça cruel

          Moça discreta e cruel,
          com unhas em garra e sem coração,
           anseia o dos outros;
           preencher é em vão.

           Moça dissimulada
           defende-te desta acusação,
           devolve minha ilusão!
            Porém sempre estás calada.
             
            Menina crescida és
            e, se não desalmada,
            não me faças odiar vós
            que sois mulher gelada.


                         H. P. Simões
Ulisses de Maio
Enviado por Ulisses de Maio em 17/09/2007
Reeditado em 27/01/2008
Código do texto: T655698

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ulisses de Maio
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1218 textos (16290 leituras)
21 áudios (170 audições)
16 e-livros (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:39)
Ulisses de Maio