Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pedido

Pedido

Não me abandone revolta!!!
Quero continuar a sentir teu calor, teu amargor
Nessa vida parada, quero seguir contigo
Bravo, cantando ou ferido

Minha mocidade embasbacada com teu sabor
Trouxe-me uma amada, um choro e um amigo
Uma dança, música e dúvida
Nesses tempos sem terremotos, o mundo precisa chacoalhar:

Uns ateus e umas prostitutas sagradas!
Umas aberrações e umas mortes pelas causas!
Não importa onde nem quanto, só impressionem
Difícil agitar a espada nos domínios da fala

Fale, cante, escreva
Mas alto lá!!

Tem que ser belo e seduzir
Impressionar e render ao menos um beijo
Por mais inovador e agressivo que seja o mártir
No final tem que ser simplesmente
Mais uma moeda no poço do amor.
Alexandre Matos
Enviado por Alexandre Matos em 17/09/2007
Código do texto: T655889
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Matos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 38 anos
44 textos (1758 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 06:49)