Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cão Abandonado

E sei!... Por muitos meses foi amor...
Desvairado amor, encantado, complexo!
Rompido, passada a minha dor,
Nada mais que carinho, tesão e sexo...

E que amor! Que sexo! Que tesão!
Inflamados todos os sentimentos.
Pelos vestígios da nossa paixão,
Não diferentes são os meus lamentos...

Sou egoísta e sinto só por mim,
Uma dor de quem não sabe o que quer.
Fingiste um choro carmesim,
Insana amante! Pérfida mulher!...

E assim, embalado em uma rede,
Tantas vezes nos teus braços fui criança.
Hoje esse sentimento, essa sede
De ver-te sucumbir, doce vingança...

Meu erro foi comigo: comigo errei!
Entreguei-me como um cão abandonado
Fazendo as contas do tudo que te usei
Resulta mesmo é que por ti eu fui usado...
Márcio Ribeiro
Enviado por Márcio Ribeiro em 17/09/2007
Reeditado em 17/09/2007
Código do texto: T656119
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio Ribeiro
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
67 textos (3259 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 15:07)
Márcio Ribeiro