Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Império

Quando eu nasci
Aprendi a gostar de tudo que vem do norte
Até me disseram que era um sujeito de sorte
Desde pequeno me ensinaram a tomar Coca-Cola
E qual o sentido de se ter uma cultura própria
Se ainda continuo a receber uma boa esmola?

Quando eu cresci
Descobri que não era um rapaz latino-americano
Era muito mais que isso, agora sou americanizado
E qual é o nome da autoridade puritana que exerce
Essa influência dominadora com unhas e dentes?
Quem governa esse vasto império decadente?

Agora estou aqui
E o que era meu
Pertence ao globalizado mundo caótico
Que há de mal nisso?
Man, I´m not a fool
Vou curtir meu novo barato tecnológico
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 18/09/2007
Código do texto: T657279
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:46)