Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cicatrizes Mentais

Sonhos destruidos que pensei gostar
Trevas de minha mente a me chamar
Meu grande deserto frio e seco
Que me aprisiona em um escuro beco.

Ventos passados por mim ao amanhecer
Me desgasta, mas não estou a perceber
Dentro de meu ser, colidem angústias
Sem eu poder perceber como são injustas.

Cicatrizes profundas não mais posso apagar
O que o tempo construiu é para ficar
Seje bom ou ruim, precisarei me conformar
E entender que não tenho direito de lutar.

Constantes abstratos sempre a me destrair
Alucinações mentais sempre a me denegrir
Não mais faço parte desde pequeno mundo
O que hoje me resta é o isolamento de tudo.
Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 18/09/2007
Código do texto: T657492

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
328 textos (10305 leituras)
3 áudios (84 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 03:15)
Rafael Jank