Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Teatro da vida

 
Passos lentos na estrada
Solidão acompanhada
Interminável jornada
 
Vou em busca do desconhecido
Procuro algo nunca vivido
Um mundo menos sofrido
 
O vazio que hoje se faz
Torna a vida uma coisa tão fugaz
Uma peça não mais em cartaz
 
Nesse teatro que enceno
Vivo o abismo pleno
Como a noite banhada pelo sereno
 
Procuro aquilo que não conheço
Sei que talvez terá um preço
Mas visto-me com um adereço
 
Num eterno carnaval
Onde o bem vence o mal
As luzes se acendem no final
 
A platéia assiste emocionada
E os pássaros em revoada
Anunciam sua chegada
 
O espetáculo não chegou ao fim
Exala seu perfume o jasmim
O céu banha-se de marfim
 
Não, a procura não terminou.
Mais uma lágrima rolou
Mais um ato cessou...
Debora Cavalheiro
Enviado por Debora Cavalheiro em 18/09/2007
Reeditado em 01/10/2009
Código do texto: T657815
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Debora Cavalheiro
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 37 anos
234 textos (18786 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 19:01)
Debora Cavalheiro