Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor não correspondido

           Sinto que não sou digno
           de uma infelicidade tão grande
           quanto à de amar
           uma mulher amante de outro homem.

           Às vezes não sinto, pois
           tomado por um vazio,
            fico insensível,
            e deveria morrer de dor.
           
             Queria amar outra mulher,
            desprovida de beleza excessiva,
             apercebida de brio
             e que me amasse.
   
             Mas não amo tal mulher
             e preferiria não amar nenhuma,
             pois não há quem ame a estas escrituras
             da mesma forma que a seu autor.


                      H. P. Simões


Obs.: O eu-lírico expressou sua vontade de ser olhado, amado como poeta. E exagerou quando falou em morrer de dor para contratar com sua insensibilidade. Ele não ama a muher por querer ser amado por uma mulher capaz de amar um poeta.
Hugo Proença Simões Eu
Enviado por Hugo Proença Simões Eu em 18/09/2007
Reeditado em 08/08/2009
Código do texto: T658025

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Hugo Proença Simões Eu
Fortaleza - Ceará - Brasil, 30 anos
1181 textos (15998 leituras)
19 áudios (158 audições)
16 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 15:14)
Hugo Proença Simões Eu